logo sílabas

SEPARAR EM SÍLABAS

Separar e contar as sílabas. V.6.1

 Escolha idioma:


 Digite uma palavra:


Por favor escreva a palavra de forma correta.

quin-tes-sen-ci-ar [kin.tes.sen.si.əɾ]
  • Quantas sílabas tem quintessenciar? 5 sílabas
  • É uma palavra oxítona ou também chamado aguda, acento tônico na última sílaba.
  •  
      Informação extra sobre 'ui'. De acordo com o Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa (1990), Base VII, 2º, existem preceitos específicos para os ditongos orais, entre eles:
      • a) O ditongo ui é utilizado, e não a sequência vocálica ue, nas formas de 2ª e 3ª pessoas do singular do presente do indicativo, bem como na forma de 2ª pessoa do singular do imperativo dos verbos terminados em -uir, como em 're-tri-bui', 'in-flui', 'ta-fuis', 'cons-ti-tuis'. Essas formas harmonizam-se com outros casos de ditongo ui no final de sílaba ou palavra (ex: 'fui', 'Rui', 'a-zuis', 'Guar-da-fui'), estabelecendo um paralelo gráfico-fonético com as formas de 2ª e 3ª pessoas do singular do presente do indicativo e de 2ª pessoa do singular do imperativo dos verbos em -air e -oer ('sai', 'cai', 'a-trais'; 'sói', 're-mói', 'móis').
      • b) O ditongo ui representa sempre, em palavras de origem latina, a união de um u a um i átono seguinte, não diferindo formas como 'flui-do' de 'gra-tui-to'. Nos derivados de formas desse tipo, as vogais u e i podem se separar, como em 'flu-i-dez', 'flu-í-di-co' (u-i).

      Hiato i-a. O hiato 'i-a' ocorre quando as vogais 'i' e 'a' são pronunciadas em sílabas separadas, mantendo sua individualidade fonética. Exemplos incluem 'so-ci-al', 'a-mé-li-a', 'fa-mí-li-a'. Para mais exemplos de palavras com 'ia', clique aqui.
      * A identificação de hiatos pode ser desafiadora, pois são frequentemente confundidos com ditongos crescentes. Nos hiatos, ocorre uma pequena pausa entre a pronúncia das vogais, diferentemente dos ditongos, onde as vogais são pronunciadas juntas.
      * Em palavras como 'pátria', há debate entre gramáticos sobre a separação silábica, indicando variações na percepção de hiatos ou ditongos. No português de Portugal, a tendência é seguir regras fonéticas estritas para a separação silábica, enquanto no português do Brasil, pode haver uma flexibilidade maior na pronúncia que afeta a percepção de hiatos e ditongos.
      * Para mais informações sobre separação silábica, consulte aqui.
      Exceções: se o encontro vocálico 'i' for seguido pela letra 'n' das palavras oxítonas e paroxítonas, as vogais 'u' e 'i' não formam ditongo, constituem um hiato u-in e como tal, pertencem a sílabas diferentes. Exemplos: cons-ti-tu-in-te, ru-ins. Excepção: A sequência de letras 'uin+vogal' e 'q+uin' não cumprir com esta regra.
      [i + vogal] Se a letra 'i' não acentuada for seguida por outra vogal não acentuada este encontro vocálico pode ser pronunciado de duas maneiras distintas:
        1. Como ditongo crescente 'ia', 'ie', 'ii', 'io', 'iu', com a pronúncia das duas vogais em uma mesma sílaba e realização de 'i' como semivogal. Exemplos: fé-rias, a-gên-cia.
        2. Como hiato 'i-a', 'i-e', 'i-i', 'i-o', 'i-u', com a separação das duas vogais em duas sílabas distintas e a representação de 'i' como vogal. Exemplos: fé-ri-as, a-gên-ci-a.
      Ditongo formado por 'u' + vocal, antecedido de 'g' ou 'q': 'qui'. As combinações 'qu' e 'gu' seguem a vogal ou ditongo subsequente sem separação, independentemente da pronúncia do 'u'. Por exemplo: á-gua, bi-lin-gue, bi-quí-ni, e-ques-tre, gui-tar-ra, lin-gui-ça, pa-que-te, tran-qui-lo. A notação ortográfica não esclarece se o encontro vocálico é um ditongo crescente ou decrescente, gerando ambiguidade.
      Possível dígrafo consonantais separáveis 'ss'. São os que podem ser separados em duas sílabas. São eles: "rr", "ss", "sc", "xc" e "xs".
      Possível dígrafo consonantais inseparáveis 'qu'. São os que não podem ser separados em duas sílabas. São eles: "gu", "qu", "lh", "nh" e "ch".
      Separaram-se as letras do dígrafo ss. Ex.: as-sas-si-no. Veja mais exemplos de palavras com 'ss'.
      O dígrafo 'qu', em combinação com 'e' ou 'i' (que, qui), é uma estrutura fundamental na língua portuguesa, representando um som único de 'k'. Esta combinação é sempre tratada como indivisível na divisão silábica, contribuindo para a formação de palavras como 'quei-jo', 'qui-lo', 'a-que-cer', 'quin-tal', destacando a sua presença tanto em palavras do cotidiano quanto em termos técnicos. Saiba mais sobre dígrafos.
      Assim como o 'em', o dígrafo 'en' em português é responsável por produzir uma nasalização na vocal 'e' quando seguida por 'n'. Exemplos comuns incluem 'entender' e 'pensamento', onde o 'en' nas sílabas tônicas dá um som nasal distinto à letra 'e'. A nasalização é um traço fonético importante que diferencia a pronúncia em diversas palavras do português. Saiba mais sobre dígrafos. Veja mais exemplos de palavras com 'en'.
      O dígrafo 'in', quando não precedido por 'h', também resulta em um som nasal, como em 'tinta' e 'vindo'. A ausência do 'h' é crucial aqui, pois 'inh' forma um som diferente. O 'in' contribui para a fonética do português, oferecendo um som nasal distintivo sem a intensidade do 'inh'. Mais sobre dígrafos. Exemplos de palavras com 'in'.

Mais informações



Logo Separar em silabas

Separar em sílabas

Separe as palavras em sílabas (Hifenização).


[Català (Catalan)]  [English (English)]  [Español (Spanish)]  [Français (French)]  [Italiano (Italian)]  [Português (Portuguese)] 

[ Contacte-nos ] [ Politica de Privacidade ]


(C) www.separaremsilabas.com